Concordância com frações e percentuais

@@@fração

Qual frase está correta?

  1. Um quinto dos leitores do blog MORAM em Portugal.
  2. Um quinto dos leitores do blog MORA em Portugal.

 

Concordância com frações:

Segundo a tradição gramatical, quando o núcleo do sujeito por formado por uma fração, o verbo deve concordar com o numerador. Exemplos:

  • Um quinto dos leitores do blog mora em Portugal.
  • Um terço dos candidatos compareceu.
  • Dois terços dos candidatos compareceram.

 

É aceitável, no entanto, a concordância atrativa com o especificador:

  • Um quinto dos leitores moram em Portugal.

Temos aqui, portanto, um caso de concordância facultativa. Ex.: Um quarto das empresas pesquisadas perdeu ou perderam mais de R$ 1 milhão.

 

Quando o verbo é de ligação (ser, estar, tornar-se, ficar, etc.) é flagrante a preferência pela concordância atrativa. Exemplos:

  • Um terço das mulheres ficaram insatisfeitas.
  • Um quinto das crianças já foram vacinadas.

 

Concordância com percentuais:

Quando ao número não se segue nenhum substantivo, a concordância é feita com o percentual (plural a partir de 2%):

Somente 1,8% não COMPARECEU à prova.
Somente 2% não COMPARECERAM à prova.

Quando houver especificador, o verbo pode concordar com a percentagem ou preferencialmente com o especificador:
“Somente 1% dos alunos não COMPARECERAM ou COMPARECEU à prova”;
“Somente 2% da turma não COMPARECEU ou COMPARECERAM à prova”.

 

Fonte:

  O Português do Dia a Dia – Prof. Sérgio Nogueira

—–

Curta a página deste blog  no Facebook.

——

Dica de leitura:

@@@Sapiens-livro

Sapiens – Uma breve história da humanidade, do historiador Yuval Noah Harari, é o melhor livro que li nos últimos anos. Imperdível.  Quem leu?

 

 

Betty Vibranovski

Anúncios

2 comentários sobre “Concordância com frações e percentuais

  1. Olá, Betty! Tudo bem com você? espero que sim.
    Bem, mais um post muito interessante, sinceramente não tinha parado pra pensar nesse detalhe da concordância com frações e percentuais. Agora, Betty, deixa eu ver se entendi certinho: No trecho sobre a concordância com frações, quer dizer que, toda vez que tiver um especificador, a concordância pode ficar tanto no singular quanto no plural que estará sempre certo?

    Um grande abraço,
    Mayson

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s