Aspectos estilísticos – 7-Termos desnecessários – Enxugando frases

Exemplos de frases que contêm termos que deveriam ser evitados:

 

Frase

Frase refeita

O governo indicou o nome do senador João de Deus para o Ministério dos Transportes. O governo indicou o senador João de Deus para o Ministério dos Transportes.
O ministro vai explicar a sistemática do decreto. O ministro vai explicar o decreto.
Durante a entrevista, o deputado fez um verdadeiro escândalo. Durante a entrevista, o deputado fez um escândalo.
A causa da morte que consta no boletim de atendimento médico de número 543 é traumatismo craniano. Enxugando:

A causa da morte, segundo o hospital, é traumatismo craniano.

A posição do governo brasileiro é de que se esgotem todas as possibilidades de negociação para que se alcance uma solução pacífica. Enxugando:

O Brasil é a favor de uma solução pacífica

Segundo informações da assessoria de imprensa da DAC, o seguro da aeronave foi pago no mês passado. Enxugando:

Segundo o DAC, o seguro da aeronave foi pago no mês passado.

A largada será no Leme. A chegada acontecerá no mesmo local da partida. Enxugando:

A largada e a chegada serão no Leme.

A TAM informou que pagou indenização a 25 das 90 famílias de vítimas do acidente. (O uso do advérbio “já” é desnecessário ou “mentiroso”. O uso dessa palavra dá um aspecto positivo: é como se a TAM estivesse se apressando ou pagando antecipadamente.)

A TAM informou que pagou indenização a 25 das 90 famílias de vítimas do acidente.

O eclipse foi visto na Europa, na Ásia e na África (O eclipse, portanto, foi visto em quase o mundo todo.)

O eclipse foi visto na Europa, na Ásia e na África.

Essa vítima perdeu uma perna. (E achou pouco!)

Essa vítima perdeu uma perna.

Por sorte, só duas pessoas morreram. (Ninguém morre por sorte.)

Morreram duas pessoas.

É uma coisa que ele já fez inclusive no emprego anterior. (A palavra “inclusive” é vício da linguagem falada. Em geral, é desnecessária à frase.)

É uma coisa que ele já fez no emprego anterior.

Então, o prefeito viajou. É que ele foi convidado pelo governador.  

O prefeito viajou, porque foi convidado pelo governador.

 

Em breve, a venda de armas no Brasil será proibida. E quem tem uma em casa terá que entregar à polícia. Em breve, a venda de armas no Brasil será proibida. E quem tem uma em casa terá que entregar à polícia.

 

Fonte:

  O Português do Dia a Dia. Como Falar e Escrever Melhor – Prof. Sérgio Nogueira

——

Leia também:

—–

Agora preciso da sua ajuda!

Por favor, deixe um comentário dizendo se esta postagem foi útil para você.  Você pode deixar também suas dúvidas de português, sugestões, críticas. Somente dessa forma posso aprimorar o conteúdo deste blog.

Aproveito para convidá-lo a “seguir” Português sem Mistério. Com isso, você será avisado por e-mail toda vez que eu publicar um texto novo.

Forte abraço!

Betty Vibranovski

——

BANNER_Revisão de Textos_v2

Anúncios

4 comentários sobre “Aspectos estilísticos – 7-Termos desnecessários – Enxugando frases

  1. Li, em certo lugar do Recanto das Letras, que os advérbios INCLUSIVE e EXCLUSIVE devem ser usados no fim de enumeração. O mesmo escritor afirma, em outra publicação, que não devemos usar a palavra INCLUSIVE significando ATÉ, ATÉ MESMO. Esse escritor afirma: “A rigor, segundo ensinam os estudiosos do idioma, só se deve empregar INCLUSIVE no sentido de COM INCLUSÃO DE.” Isso, no entanto, não se sustenta.

    Vejamos!

    Podemos, tranquilamente, usar as palavras INCLUSIVE e EXCLUSIVE no meio de frases! Podemos usar INCLUSIVE com estes significados: ATÉ, ATÉ MESMO, além de outros.

    SIGNIFICADOS DE INCLUSIVE:
    1. De modo inclusivo; sem exclusão, inclusivamente, com inclusão de. Ex.:
    “Estudaremos até o capítulo V, inclusive.” (Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, 2009)

    “A lei atinge todos, inclusive os ricos.” (Saraiva Jovem, 2010)

    “Ao amistoso, compareceram todos os jogadores, inclusive os da reserva.” (Domingos Paschoal Cegalla)

    “Foram pedidos todos os seus dados, inclusive o e-mail.” (Dicionário Escolar da Academia Brasileira de Letras, 2011)

    “Preencha com seus dados, inclusive telefone.” (Caldas Aulete)

    2. ATÉ, ATÉ MESMO, TAMBÉM. Ex.:
    “É uma situação delicada e inclusive perigosa.” (Houaiss, 2009)

    “Ele pode inclusive ser aprovado, mas não aprendeu quase nada.” (Saraiva Jovem, 2010)

    “Ela inclusive se desculpou, mas ninguém acreditou em suas palavras.” (Dicionário Didático de Língua Portuguesa, 2011)

    “A mulher sacou do bolso um punhado de notas, dólares, inclusive.” (Domingos Paschoal Cegalla)

    “A revista tem inclusive artigos sobre saúde.” (Caldas Aulete)

    “Ele pode inclusive se desculpar, mas não muda nada.” (Caldas Aulete)

    Obs.: O Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, 1ª edição, 2009, registra: “Embora a primeira acepção seja a mais castiça na língua, o advérbio INCLUSIVE, assim como a forma INCLUSIVAMENTE, tem modernamente uso preposicional, equivalente a ATÉ: traga-os todos, INCLUSIVE os dois amarelos”.

    Portanto, fique à vontade para usar o advérbio INCLUSIVE. A língua portuguesa nos oferece várias possibilidades!

    EXCLUSIVE é o antônimo de INCLUSIVE. EXCLUSIVE significa: DE MODO EXCLUSIVO; SEM A INCLUSÃO DE; COM EXCLUSÃO DE. Ex.:
    “Esse concurso é dirigido a graduados, exclusive engenheiros.” (Dicionário Escolar da Academia Brasileira de Letras, 2011)

    “Esta é a quantia a pagar, exclusive juros.” (Caldas Aulete)

    “Leu todos os livros do autor, exclusive certo inédito.” (Houaiss, 2009)

    O HOUAISS registra: “O advérbio EXCLUSIVE tem, modernamente, uso preposicional na língua, equivalente a TIRANTE, SALVO, EXCETO: traga para cá todos os livros, exclusive os não encapados.”

    Sendo assim, não tenha medo de usar a palavra EXCLUSIVE.

    Nota: Não confunda EXCLUSIVE (advérbio) com EXCLUSIVO ( adjetivo).

    EXCLUSIVO significa:
    1. Aquilo que EXCLUI, QUE ELIMINA. Ex.:
    Pontuação baixa é fator exclusivo.

    “A hostilidade social é um ato exclusivo.” (Dicionário Escolar da Academia Brasileira de Letras)

    2. Aquilo que é restrito, reservado. Ex.:
    Caixa exclusivo para idosos.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Betty, se eu dissesse “A TAM informou que já pagou indenização a 25 das 90 famílias de vítimas do acidente”, o “já” da frase passaria a ideia de que a empresa está tomando suas previdências com certa agilidade e que esse empenho vai continuar. Se a frase não contivesse essa partícula e não oferecesse mais explicações, poderia, dentre outras, passar a ideia de que uma quantidade de famílias não recebeu indenização e a empresa não foi eficaz em suas obrigações, que existe até um pouco de omissão por parte dela (por que somente 25 das 90 famílias de vítimas foram indenizadas? O que houve para as outras não serem? Descaso ou a TAM não era obrigada a indenizar todas?). Você não acha?
    A palavra “incluse” deve ser sempre evitada? Eu achei que ela confere ênfase às frases.

    Bom dia! Bom fim de semana! Até mais 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s