Regras dos PREFIXOS no Novo Acordo Ortográfico

 

 

Van Gogh pintou um auto retrato, auto-retrato ou autorretrato?
 

 

Resposta:

“Van Gogh pintou um autorretrato”.

Confira nesta postagem as regras de todos os prefixos segundo o  Novo Acordo Ortográfico.

 

Prefixo

Usa hífen

Não usa hífen

Aero, agro, alvi, ante, anti, arqui, auto, contra, des1, eletro, entre, extra, foto, geo, hidro, in1, infra, macro, maxi, mega, micro, mini, moto, multi, nano, neo, pluri, poli, proto, pseudo, retro, semi, sobre, socio, supra, tele, tri, ultra, vaso, video Quando a palavra seguinte começa com “h” ou com vogal igual à última vogal do prefixo: auto-hipnose, arqui-inimigo, anti-herói, contra-ataque, mega-amiga, micro-ondas, mini-hotel, semi-integral, sobre-humano. Em todos os demais casos: autorretrato, autossustentável, autoanálise, antissocial, antivírus, miniconto, minirreforma, minissaia, contraproposta, microssistema, semiárido, ultrassom.
Circum, pan Quando a palavra seguinte começa com “h”, “m”, “n” ou vogais: pan-americano, circum-navegar. Em todos os demais casos: panceleste, circuncisão, circunferência.
Ciber, hiper, inter, super Quando a palavra seguinte começar com “h” ou “r”: super-homem, inter-regional. Em todos os demais casos: hiperinflação, supersônico, superamigo, interdisciplinar, cibercafé, ciberespaço.
Sob, sub Quando a palavra seguinte começar com “b”, “h” ou “r”: sub-base, sub-reino, sub-humano, sob-roda Em todos os demais casos: subsecretário, subeditor, subalugar.
Mal2 Quando a palavra seguinte começar com “h”, “l” ou vogais: mal-humorado, mal-educado, mal-assombrado, mal-limpo. Em todos os demais casos: malnascido, malvisto, malcriado
Co, re Nunca são seguidos de hífen. Em todos os casos: coautor, correponsável, reavaliar, coerdeiro, coabitar, coabitante, coexistência, reescrever, reúso, reempregar, reabitar, reavaliar
Além, aquém, bem2, ex, pos3, pré3, pró3, recém, sem, vice Sempre são seguidos de hífen. Além-mar, bem-educado, pré-natal, pró-forma, recém-nascido, sem-terra, vice-campeão.

Atenção: quando a pronúncia exigir, dobram-se o “r” e o “s” do segundo termo.

  1. Não se usa hífen quando o segundo termo perdeu o “h” original: desumano, inábil.
  2. Usa-se hífen quando forma com a outra palavra um adjetivo ou um substantivo.
  3. Quando a pronúncia for fechada (pos, pre, pro), liga-se sem hífen ao outro termo: preencher, posposto. (Exceções: preaquecer, predeterminar, preestabelecer, preexistir).

 

—–

Conheça a página inicial do  blog Português sem Mistério.

——

BANNER_Revisão de Textos_v2

Anúncios

Um comentário sobre “Regras dos PREFIXOS no Novo Acordo Ortográfico

  1. “Excepções” é a maneira correcta de escrever … “Exceções” está mal escrito !

    AO90 não é lei… nem foi escolhida pelos portugueses… se querem verificar como os portugueses querem escrever, façam uma consulta popular… Se querem continuar a escrever Português ou numa variação do Português…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s