Vírgula – Quando usar e quando não usar

 

Você fica em dúvida se usa ou não a vírgula ao escrever?

Seus problemas acabaram!

Esta postagem lista os casos em que a vírgula é obrigatória, proibida e opcional.

 

 

 

 

Use sempre vírgula

Situação

Exemplos

para separar ENUMERAÇÕES, TERMOS e ORAÇÕES INDEPENDENTES ENTRE SI (núcleos de um sujeito composto, orações coordenadas assindéticas, termos de uma série não ligados pelo conectivo “e”). O diretor, os assessores e os coordenadores se reuniram ontem à tarde (núcleos de um sujeito composto).

Precisamos comprar canetas, papel, borrachas, lápis (enumeração).

Eles chegaram cedo, discutiram o assunto, resolveram tudo (orações coordenadas assindéticas).

quando, em determinado contexto, o nome representa a única pessoa a ocupar determinado cargo ou ter determinada condição. O presidente da França, Emmanuel Macron, nasceu em 1977 (só há um presidente francês).

O ex-presidente Fernando Henrique lançou um livro (há mais de um ex-presidente).

Regina chegou acompanhada dos filhos, Pedro e Paulo (ou seja, Pedro e Paulo são os únicos filhos de Maria).

Mas, se ela tiver outros filhos, que não a acompanharam, a frase fica sem vírgula:  “Regina chegou acompanhada dos filhos Pedro e Paulo“.

Leia mais sobre vírgula e nomes de pessoa aqui.

depois de orações subordinadas antepostas à principal. Se não chover, iremos à praia.

Quando eu terminar a tese, vou comemorar.

Embora não se dedicasse à empresa, ele foi promovido.

Conforme nos foi solicitado, estamos enviando os documentos.

antes do “que” de oração subordinada adjetiva explicativa. Os bancários, que fizeram greve, reivindicavam aumento de salário (ou seja, todos os bancários fizeram greve).

Leia mais sobre vírgula antes de “que” aqui.

há elipse de verbo idêntico ao anterior. Cariocas preferem praia; paulistas, shopping.
para separar orações intercaladas. Ele disse que, quando for ao Rio de Janeiro, ficará hospedado em Copacabana.
antes das conjunções adversativas (mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto) e conclusivas (logo, portanto, por isso, por conseguinte, então). Estudou, porém foi reprovado.

Esse restaurante é ótimo, mas é muito caro.

Ele sempre se dedicou à empresa, por isso será promovido.

Observações:

a) As conjunções adversativas e conclusivas, quando deslocadas, devem ficar entre vírgulas: “Ele sempre se dedicou à empresa, nunca foi, porém, promovido”; “Ele sempre se dedicou à empresa, será, portanto, promovido”.

b) A conjunção “pois”, com o valor conclusivo, deve ficar entre vírgulas: “Ele sempre se dedicou à empresa, será, pois, promovido” (= portanto).

c) A conjunção “pois”, com o valor explicativo ou causal, pode ou não vir antecedida de vírgula: “Ele deverá ser promovido, pois se dedica à empresa” (= porque).

antes de “e” que inicia oração com sujeito diferente da oração anterior. Os alunos reclamaram, e a direção atendeu.
para separar adjuntos adverbiais de natureza diferente. Ontem à noite, no Maracanã, sob chuva forte, o Botafogo derrotou o Vasco.
para isolar expressão explicativa (“isto é”, “a saber”, “aliás”, “ou seja”). Vou me mudar para São Paulo daqui a uma semana, ou seja, tenho apenas sete dias para resolver tudo.
para isolar aposto. Ian McEwan, um dos maiores escritores britânicos, lançará um novo romance.
para isolar vocativo. Patrícia, onde será a reunião?

Não se esqueça de fazer as compras, Daniel.

Leia mais sobre a vírgula do vocativo aqui.

 

Não use

Situação

Exemplos

para separar sujeito do predicado, independentemente da ordem dos termos. Os empresários dos países europeus que vieram para a conferência no Rio de Janeiro estão hospedados no Othon.

Foram entregues os documentos.

Leia sobre vírgula entre sujeito e predicado aqui.

para separar termos complementares, mesmo quando a oração estiver em ordem invertida. O ministro informou aos jornalistas que não participará da entrevista.

Aos jornalistas o ministro informou que não participará da entrevista.

quando o nome especifica a pessoa que ocupa um cargo que compartilha com outras. O ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa foi condenado.
quando o nome do cargo ou profissão funciona como uma espécie de título. O prefeito Marcelo Crivella, o papa Francisco, o escritor Philip Roth.
com orações subordinadas adjetivas restritivas. Os empregados que receberam propina foram demitidos (somente os empregados que receberam propina foram demitidos).

Leia sobre orações subordinada adjetivas aqui.

 

Uso opcional

Situação 

Exemplos

com expressões adverbiais breves, antepostas ou intercaladas. O governador participará, em Brasília, de uma reunião com o ministro da Defesa.
depois de “no entanto”, “entretanto”, “por isso”, “porém”, “contudo”, “portanto”, “todavia”, quando iniciarem o período. No entanto, ele afirmou que não aceitará a proposta.

Ou

No entanto ele afirmou que não aceitará a proposta.

antes de orações adverbiais de alguma extensão que estejam depois da principal. Ele deixará cargo, se o projeto que apresentou não for aprovado.
em construções com pares de conjunções alternativas (ou…ou, quer… quer, seja…seja, nem… nem) Todos pagam impostos, sejam ricos, sejam pobres.

Ou

Todos pagam impostos, sejam ricos sejam pobres.

Leia sobre conjunções alternativas aqui.

 

Fonte:

  Manual da Redação-Folha  

 

 

Manual da Redação da Folha de São Paulo, edição de fev. de 2018.

 ———

Agora preciso da sua ajuda!

Por favor, deixe um comentário dizendo se esta postagem foi útil para você.  Você pode deixar também suas dúvidas de português, sugestões, críticas. Somente dessa forma posso aprimorar o conteúdo deste blog.

Aproveito para convidá-lo a “seguir” Português sem Mistério. Com isso, você será avisado por e-mail toda vez que eu publicar um texto novo.

Forte abraço!

Betty Vibranovski

——

BANNER_Revisão de Textos_v2

Anúncios

8 comentários sobre “Vírgula – Quando usar e quando não usar

  1. Gostei muito, principalmente porque vírgulas para mim é um caso sério. Mas eu fiquei com uma dúvida.
    Na Frase:
    Excepcionalmente, esta semana, as entregas serão antecipadas para Quarta-feira.
    Excepcionalmente esta semana, as entregas serão antecipadas para Quarta-feira.

    Qual das duas frases está correta? Nesse caso a virgula é opcional depois do excepcionalmente?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s