Quando usar vírgula antes de “que”

Cenário 1 – Eu tenho apenas uma blusa vermelha.

Qual frase está correta?

  1.  Quero vestir minha blusa vermelha que está no varal.
  2.  Quero vestir minha blusa vermelha, que está no varal.

 

Cenário 2 – Eu tenho três blusas vermelhas.

Qual frase está correta?

  1. Quero vestir minha blusa vermelha que está no varal.
  2. Quero vestir minha blusa vermelha, que está no varal.

—————————————

CASO 1

Quero vestir minha blusa vermelha, que está no varal.

Usamos vírgula antes de “que” quando a oração iniciada por esse “que” acrescenta ao antecedente a que se refere uma informação acessória, dispensável ao sentido essencial da frase.

No caso 1, a vírgula indica que eu tenho uma única blusa vermelha, e estou acrescentando a informação de que ela está no varal.  A oração “que está no varal”, neste caso, é explicativa.

Esse tipo de oração chama-se  oração subordinada adjetiva explicativa.

Outros exemplos:

Os bancários, que fizeram greve, reivindicavam aumento de salário. (Aqui não se trata de um grupo específico, mas sim de todos os bancários.)

Os homens, que são bons, serão recompensados. (Todos os homens são bons e todos serão recompensados.)

 

CASO 2

Quero vestir minha blusa vermelha que está no varal.

Não usamos vírgula antes de “que” quando a oração iniciada por esse  “que” restringe ou especifica o sentido da palavra a que se refere, sendo, portanto, indispensável ao sentido da frase.

No caso 2, conclui-se que tenho outras blusas vermelhas, mas quero vestir aquela que está no varal. A oração “que está no varal”, neste caso, é restritiva, ou seja, está especificando, entre todas as minhas blusas vermelhas, a que está no varal.

Esse tipo de oração chama-se  oração subordinada adjetiva restritiva.

Outros exemplos:

Os homens que são bons serão recompensados. (Só os que são bons serão recompensados.)

O público aplaudiu o cantor que ganhou em primeiro lugar. (A oração “que ganhou em primeiro lugar” especifica o cantor, indicando que o público não aplaudiu qualquer cantor, mas sim aquele que ganhou em primeiro lugar. Uma restrição, portanto, àquele cantor.)

—–

Agora preciso da sua ajuda!

Por favor, deixe um comentário dizendo se esta postagem foi útil para você.  Você pode deixar também suas dúvidas de português, sugestões, críticas. Somente dessa forma posso aprimorar o conteúdo deste blog.

Aproveito para convidá-lo a “seguir” Português sem Mistério. Com isso, você será avisado por e-mail toda vez que eu publicar um texto novo.

Forte abraço!

Betty Vibranovski

——

====

Capa-PEQUENA-As cascas de banana do português

 

Dúvidas de português? Seus problemas acabaram!

Chegou o livro “As cascas de banana do português – Não escorregue nas minúcias do nosso idioma”, da revisora Betty Vibranovski.

 

====

BANNER_Revisão de Textos_v2

Anúncios

44 comentários sobre “Quando usar vírgula antes de “que”

  1. Olá Betty!

    Sempre soube que quando é explicativa, usa-se a vírgula e que quando é restritiva, não se usa. O difícil era saber quando era explicativa ou restritiva em frases mais complexas. Com seus exemplos, QUE PENSO SEREM BASTANTE DIDÁTICOS, consigo fazer analogias e aí tudo melhora.

    Perceba que já fiz um pequeno exercício. Aprovei e faça-me o favor de verificar se cometi algum outro erro de português. Inclusive nos dois usos da exclamação.

    Obrigado!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Me ajude neste trecho?

    Essa atitude, por sua vez, faz com que o aluno assuma uma postura ativa mediante seu aprendizado e a partir do momento, que, ele tem disposição e curiosidade para apresentar discussões e conteúdos interessantes e produtivos ao grupo, ele está fazendo a disponibilização de seu saber monopolizado à construção coletiva do conhecimento.

    Curtir

  3. Eu uso a vírgula assim porque acho mais correto:

    Quando estava indo à escola, avistei meu amigo, mas, por ter olhado para ele, perdi o ônibus.

    Eu me refiro à oração que eu isolei entre o mas e a oração coordenada. Como o mas se refere à oração coordenada, e não à subordinada, eu sempre isolo ela quando a mesma vem anteposta à oração coordenada e posposta à conjunção coordenada. Então, tomara que eu tenha acertado dessa vez.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Me responda se é preciso colocar vírgula depois de que quando a oração seguinte é uma oração coordenada adverbial subordinativa, pois é preciso isolá-la quando ela não está no final da oração, por se tratar de estar na posição de advérbio. Se a forma como eu usei a vírgula no exemplo estiver correta, ficarei muito feliz.
    Exemplo:
    Ordem indireta: quero lhe dizer que quando estou triste, gosto que me diga coisas boas.
    Para mim, esse exemplo está correto, pois o que está funcionando como uma conjunção.

    Curtir

      • Obrigado!
        Então, quer dizer que, mesmo tendo uma conjunção como esta, a oração subordinada adverbial deve ser isolada, por estar no início da frase.
        Eu tinha errado o nome da oração. O nome dessa oração é oração subordinada adverbial.
        Isso daqui é provérbios; né?
        Exemplo: Ao pai o filho ama.
        É verdade que, mesmo o sujeito estando no início ou final do predicado, não devemos colocar vírgula entre o sujeito e o predicado?
        Exemplo: Foi para a missa o menino.
        Um coisa que eu não sabia é que sujeito também pode receber um ação. E quem faz a ação é o agente da passiva.
        Exemplo: A casa foi feita por ele.

        Curtir

      • Olá, meu ajude nesse trecho por favor?

        Essa atitude, por sua vez, faz com que o aluno assuma uma postura ativa mediante seu aprendizado e a partir do momento, que, ele tem disposição e curiosidade para apresentar discussões e conteúdos interessantes e produtivos ao grupo, ele está fazendo a disponibilização de seu saber monopolizado à construção coletiva do conhecimento.

        Curtir

  5. Me responda se é preciso colocar vírgula depois de que quando a oração seguinte é uma oração coordenada adverbial subordinativa, pois é preciso isolá-la quando ela não está no final da oração, por se tratar de estar na posição de advérbio. Se a forma como eu usei a vírgula no exemplo estiver correta, ficarei muito feliz.
    Exemplo:
    Ordem indireta: quero lhe dizer que quando estou triste, gosto que me diga coisas boas.
    Para mim, esse exemplo está correto, pois o é está funcionando como uma conjunção.

    Curtir

  6. Onde deveriam ficar corretamente as virgulas na frase: “As cores da sua embalagem te enganaram tão bem que, agora você, é incapaz de saber quem você é.”? (Desse jeito está correto?)

    Curtir

  7. Olá! Gosto muito da página. Sempre estou aprendendo algo novo. Gostaria de ver mais situações do uso da vírgula, aliás, essa é uma das cascas de banana da minha vida de aprendizado da Língua Portuguesa

    Curtir

  8. Oi Betty, tudo bem? Tenho uma dúvida e acho que você pode me ajudar. Uso como slogan da minha empresa a seguinte frase: “Pode deixar, que a Genti resolve!” (Genti é o nome da empresa). Pus a virgula, pois quando falamos há uma leve pausa antes do “que”, mas até hoje não sei se está certo. Poderia me dizer se está errado? Obrigado!

    Curtir

  9. Oi, Betty. Queria que a senhora pudesse me tirar uma dúvida referente à pontuação.
    Qual a frase correta:

    1 – Informo a autoridade competente que perdi, nesta data e hora, a minha Carteira de Identidade.
    2 – Informo a autoridade competente que perdi nesta data e hora a minha Carteira de Identidade.

    Curtir

    • Bom dia, Sebastian.
      Quanto à pontuação, a frase correta é a primeira. Falta uma crase. E eu usaria “carteira de identidade” em minúsculas.
      Frase correta:
      “Informo à autoridade competente que perdi, nesta data e hora, a minha carteira de identidade.”

      Abraço,
      Betty

      Curtir

  10. Parabéns pelo blog, consegui entender a diferença entres eles graças a você.
    Podia fazer o estudo detalhado do que, como pronome, substantivo, conjunção. Gostei muito do seu método de ensino.

    Curtir

  11. Prezada Betty,
    A frase está correta? minha dúvida é em relação à vírgula antes do “que”.
    A integração de novos colaboradores segue a regra da unidade. Um ponto importante nesse processo é o apadrinhamento. A Célula deve definir formalmente os padrinhos, escolhendo sempre Colaboradores, que além da experiência e conhecimento técnico, sejam exemplos também em segurança.

    Curtir

    • Olá, Ildemar.
      A pontuação da frase não está correta.
      Frase correta:
      “A Célula deve definir formalmente os padrinhos, escolhendo sempre colaboradores que, além da experiência e conhecimento técnico, sejam exemplos também em segurança.”

      Abraço,
      Betty

      Dúvidas de português? Seus problemas acabaram! Chegou o livro “As cascas de banana do português”, de Betty Vibranovski.

      Curtir

  12. Oi, adorei a postangem! Meu professor da faculdade me disse que eu preciso usar a vírgula antes do “que” nessa frase “O longa inicia-se com o personagem Will que trabalha como faxineiro em uma universidade de Boston, a cena foca em um quadro exposto no corredor e que apresenta um problema de matemática.” Ele está correto? Obrigada desde já!

    Curtir

  13. Por favor, desconsiderar comentário anterior. Digitei a pergunta com erro.

    Boa noite, Bety. Por favor, me tira uma dúvida.
    Qual das duas frases está pontuada corretamente?

    1. Conta a lenda, que há milhares de anos, existiam as lagoas flutuantes.
    2. Conta a lenda que há milhares de anos existiam as lagoas flutuantes.

    Colocando as vírgulas fica errado? E se eu as tirar?

    Curtir

    • Bom dia!

      A frase pontuada corretamente é esta:
      Conta a lenda que há milhares de anos existiam as lagoas flutuantes.

      Sim, com a virgula a frase fica incorreta.

      Aproveito para convidá-lo a “seguir” o blog Português sem Mistério. Dessa forma, você será avisado por e-mail quando eu publicar um texto novo.
      Abraço,
      Betty

      Curtir

  14. Oi Betty! Valeu pela postagem! Mas ainda continuo sem entender se a frase que estou analisando está correta ou não.

    “Dedicação, inovação, tecnologia, e suporte são alguns dos componentes, que colocam a nossa empresa como referência.”

    Ao meu ver, essa vírgula depois de componentes está errada.
    O que você acha?

    Curtir

    • Oi, Gabriele.
      Sim, está errada. E a vírgula antes de “e” também está errada.
      Frase correta: “Dedicação, inovação, tecnologia e suporte são alguns dos componentes que colocam a nossa empresa como referência”.
      Aproveito para convidá-la a “seguir” o blog Português sem Mistério. Dessa forma, você será avisada por e-mail quando eu publicar um texto novo.
      Abraço,
      Betty

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s