Concordância verbal – casos especiais

Qual a concordância correta?

  1. Um de nós SAIU ou SAÍMOS ou SAÍRAM?
  2. Ele é um dos que VIAJOU ou VIAJARAM?
  3. A maioria dos brasileiros já VOTOU ou VOTARAM?
  4. Não só o aluno mas também o professor ERROU ou ERRARAM a questão?
  5. Nem eu nem você PODE ou PODEMOS viajar neste mês?
  6. DEU ou DERAM dez horas?

——————————————————————————————————————————-

1) Um de nós SAIU ou SAÍMOS ou SAÍRAM?

O correto é “um de nós SAIU”.

A concordância do verbo com o núcleo do sujeito é indiscutível.

Se você tem dificuldade de identificar o núcleo do sujeito, aqui vai uma dica: é o substantivo ou pronome que antecede a preposição “de”:

  • Boa parte dos candidatos já desistiu.
  • Um bando de marginais fugiu.
  • Muitos de nós leram o livro
  • Um de nós saiu.

 

2) Ele é um dos que VIAJOU ou VIAJARAM?

Embora alguns gramáticos considerem a concordância facultativa, a preferência é usar o verbo no plural, para concordar com a palavra que antecede o pronome relativo “que”:

  • Ele é um dos que viajaram.

O raciocínio é o seguinte: entre aqueles que viajaram, ele é um.

 

3) A maioria dos brasileiros já VOTOU ou VOTARAM?

Tanto faz. Quando o sujeito tem como núcleo um susbtantivo partitivo (parte, maioria, metade), o verbo pode ficar no singular (concordando com o núcleo do sujeito = maioria) ou no plural (concordando com o nome plural posposto ao partitivo = brasileiros):

  • A maioria dos brasileiros já votou
  • A maioria dos brasileiros já votaram.

 

4) Não só o aluno mas também o professor ERROU ou ERRARAM a questão?

O correto é “Não só o aluno mas também o professor ERRARAM a questão”. O verbo vai para o plural, concordando com o sujeito composto. Quando o sujeito composto é ligado por “não só… mas também” ou “não só… como também”, o verbo deve concordar no plural:

  • Não só o aluno mas também o professor erraram a questão.
  • Não só o público como também os organizadores ficaram

 

5) Nem eu nem você PODE ou PODEMOS viajar neste mês?

Tanto faz. As duas formas são aceitáveis.

  • Nem eu nem você pode viajar neste mês.
  • Nem eu nem você podemos viajar neste mês.

 

6) DEU ou DERAM dez horas?

O correto é “Deram dez horas”. Os verbos dar, bater e soar devem concordar com as horas.

  • Deram dez horas.
  • Bateram dez horas.
  • Bateu meia-noite.

Quando houver sujeito (relógio, sino etc.), o verbo deve concordar:

  • O relógio deu dez horas.
  • O sino bateu doze horas.
  • Bateu meia-noite.

 

Fonte:

  O Português do Dia a Dia – Prof. Sérgio Nogueira

—–

ENQUETE

 

 

Curta a página deste blog  no Facebook.

Anúncios

5 comentários sobre “Concordância verbal – casos especiais

  1. Betty, em relação à concordância, volta e meia eu tenho essa dúvida sempre recorrente com frases do tipo:
    1) Convencer as pessoas a mudar/mudarem;
    2) Homens ficando loucos ao ver/verem o corpo de uma dançarina;
    3) Estes irresponsáveis não merecem o mérito de ser/serem chamados de “médicos”;
    4) Ele e outras cinco pessoas foram acusadas de ter/terem abusado de uma menor.

    Enfim, a dúvida é se flexiono ou não o verbo nestas situações.

    Um abraço,
    Mayson

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s