Falta dez dias ou Faltam dez dias?

  1. Falta dez dias para a viagem ou Faltam dez dias para a viagem?
  2. Falta duas pessoas ou faltam duas pessoas?
  3. Falta resolver duas questões ou Faltam resolver duas questões?

Sabemos que o verbo deve concordar com o seu sujeito. Portanto, as frases corretas são:

1) Faltam dez dias para a viagem. Essa frase pode ser lida como “Dez dias para a viagem faltam”. O sujeito de “faltar” é “dez dias para a viagem”.

2) Faltam duas pessoas. “Duas pessoas faltam”. O sujeito de “faltar” é “duas pessoas”.

3) Falta resolver duas questões. A frase pode ser lida como “Resolver duas questões falta”. O sujeito do verbo “faltar” é “resolver duas questões”. Quando o sujeito de um verbo é uma oração (sujeito oracional), esse verbo fica na terceira pessoa do singular.

Outros exemplos:

  • Falta comprar ovos.
  • Nós vamos ao cinema, só falta comprar os ingressos.
  • Faltam duas horas para irmos embora.
  • Faltam dois dias para o fim de semana.

 

Armadilhas de concordância

Por Laércio Lutibergue

Na língua portuguesa, a maioria dos verbos fica depois do sujeito:

  • Eu (sujeito) canto (verbo).
  • As meninas (sujeito) viajaram (verbo).
  • Guilherme e Mariana (sujeito) chegaram (verbo).

O falante escolarizado dificilmente comete deslizes de concordância com esses verbos.

Há, porém, um pequeno grupo de verbos que quebram esse paradigma e normalmente ficam antes do sujeito.

Ei-los: “acontecer”, “bastar”, “caber”, “existir”, “faltar”, “ocorrer”, “restar” e “sobrar”.

Com eles, são frequentes erros como “Aconteceu fatos desagradáveis”, “Basta dois gols”, “Falta duas semanas para o Natal”, “Restou muitas dúvidas”, “Sobrou algumas empada”.

Esses erros mostram a importância da ordem “sujeito – verbo” e como o deslocamento do sujeito confunde as pessoas a ponto de elas acharem que o sujeito é um objeto direto.

Para se livrar de erros como esses, há duas orientações.

A primeira: na hora de fazer a concordância é preciso estar ciente de que a ordem “sujeito – verbo” pode estar invertida, pode ser “verbo – sujeito”.

A segunda: saber identificar o sujeito e, para isso, é só perguntar “o quê?” antes do verbo. A resposta é o sujeito.

Vejamos: queremos saber se o certo é “Falta ou Faltam duas semanas para o Natal”.

Perguntamos “O que falta?”.

A resposta, “duas semanas para o Natal”, é o sujeito.

Temos então certeza de que o certo é “Faltam duas semanas para o Natal” e não há risco de sermos traídos pelo deslocamento do sujeito.

Artigo de Laércio Lutibergue originalmente publicados no site Português na Rede.

—–

Curta a página do blog Português sem Mistério no Facebook e siga-o no Twitter.

Revisão de Textos - Betty Vibranovski

—–

2 comentários sobre “Falta dez dias ou Faltam dez dias?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s